Lares reformulados

A casa de Dona Luiza

Dona Luiza foi a primeira beneficiada com os serviços do Reformular. Com 62 anos, a senhora é mãe de 2 filhas e tem 3 netos. Uma das filhas, Ivonete, não enxerga e se locomove com cadeira de rodas, necessitando de 3 sessões de hemodiálise por semana devido a consequências da diabetes.

A família mora em uma casa a 6 metros abaixo do nível do beco, e o acesso à rua era feito por meio de uma escada irregular e perigosa, tanto para a cadeirante quanto para a neta mais nova. Para que Ivonete fizesse hemodiálise, a família dependia da ajuda de vizinhos que pudessem carregá-la, situação que colocava a cadeirante em riscos constantes de queda.

Além disso, a cadeira de rodas de Ivonete não passava pela entrada do banheiro, que era muito estreita, o que dificultava a higienização pessoal. A família sofria ainda com infiltrações no teto e mofo, que provocavam pneumonia na cadeirante. Indicadas por um centro de saúde, elas necessitavam de 4 intervenções:

  • construção de uma rampa e uma escapa para melhorar a acessibilidade;
  • aprimoramentos no banheiro;
  • melhorias em um outro banheiro;
  • limpeza e organização do terreiro.

As obras foram realizadas em 10 dias e mobilizaram 6 pessoas de nossa equipe. Dona Luiza e Ivonete ficaram felizes, pois se tornaram mais independentes da ajuda de vizinhos para cumprir a agenda dos tratamentos de saúde. Elas relatam que algumas equipes já visitaram a família anteriormente com as mesmas intenções. Contudo, diante das dificuldades apresentadas para as obras, as reformas não foram concretizadas. Isso demonstra que, embora situações semelhantes sejam diagnosticadas, ainda precisamos pensar, juntos, em soluções que possam atendê-las de maneira eficaz e com custos baixos.

Antes

Antes

Depois

Antes, Ivonete, que utiliza cadeira de rodas, precisava da ajuda de vizinhos para sair de casa. Com a rampa, Ivonete e sua família ganham mais autonomia.

Antes

Depois

Antes

Depois

Fios expostos e infiltrações ameaçavam a segurança e a saúde das moradoras. O teto foi reformado. A porta do banheiro foi ampliada para que Ivonete tivesse acesso ao espaço.